Você sabe como acontece a integração Ensino-Serviço na saúde de Indaiatuba?

Você sabe como acontece a integração Ensino-Serviço na saúde de Indaiatuba?

Coordenadora de Medicina da UniMAX, professora Valéria Vernaschi Lima, fala sobre os benefícios e os desafios na relação entre os estudantes do curso, equipes de saúde do município e população

Aprender e ensinar são partes integrantes de um processo que nos constitui como espécie e que faz parte da vida e da formação profissional. Aprender na prática faz parte do DNA da UniMAX.

Na área da saúde, a integração entre o ensino e o serviço é a ação educacional que melhor define uma formação na prática. Particularmente no Sistema Único de Saúde, essa formação na prática ocorre por meio da inserção dos estudantes e docentes nos serviços de saúde. Essa prática pode ser entendida como a articulação de ações ao mesmo tempo de ensino e de cuidado à saúde das pessoas, de modo que aprender e ensinar ocorrem no mundo reais, com pessoas reais e com problemas a serem enfrentados e resolvidos.

Essa integração visa a atuação de estudantes e docentes em equipes de saúde, de modo que a melhoria da qualidade do cuidado à saúde das pessoas e da formação, assim como a consolidação do Sistema Único de Saúde sejam os grandes propósitos da parceria entre Instituições de Ensino Superior e Serviços de Saúde.

No Brasil, a integração ensino-serviço tem sido uma das mais potentes estratégias na Educação Médica. Essa estratégia vem sendo fortemente valorizada desde a reforma sanitária brasileira, com a implantação de currículos integrados, o desenvolvimento dos projetos UNI e dos movimentos potencializados pela Rede Unida e o Movimento Estudantil, a elaboração das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), assim como por meio de projetos indutores do Ministério da Saúde e Ministério da Educação (Pro-Med, Experiência-SUS, Pro-Saúde, PET-Saúde, Pro-Residência).

Curso de Medicina

Sair da sala de aula, inserir estudantes em territórios sanitários e em equipes de saúde, aproximar o ensino da realidade das pessoas sob cuidado, incluindo o contexto dessas pessoas no entendimento de seu processo de saúde-doença e na elaboração de planos de cuidado é o principal objetivo da integração ensino-serviço da Medicina da UniMAX.

Cada grupo de 10 estudantes inserido em uma equipe de saúde da atenção básica do município de Indaiatuba é acompanhado por um docente facilitador vinculado à UniMAX e um preceptor médico vinculado à equipe de saúde da atenção básica.

Atualmente na atenção básica de Indaiatuba, os estudantes da Medicina estão inseridos em 11 unidades de saúde e o ingresso de novas turmas irá ampliar tanto o número de unidades como o de equipes de saúde que fazem integração ensino-serviço. Participam de ações de prevenção de doenças (vacinação, prevenção de câncer e de doenças crônicas), promoção da saúde (alimentação saudável, puericultura, pré-natal, saúde escolar). Com supervisão, realizam visitas domiciliares, consultas clínicas e procedimentos de cuidado à saúde.

Os estudantes acompanham pelo menos 10 famílias ao longo de toda a sua formação. O foco da integração ensino-serviço está voltado para a identificação de necessidades de saúde e elaboração de planos de cuidados com eficiência e baseado nas melhores evidências científicas.

Progressivamente, os grupos de estudantes vão desenvolvendo atividades supervisionadas em outros serviços de saúde sendo igualmente acompanhados por médicos preceptores de diversas especialidades, com atuação em hospital e serviços especializados.

Para conheceram as características dos diversos serviços de saúde, os estudantes participam de projetos que apresentam esses serviços e apoiam a construção de capacidades e de condutas éticas, orientadas aos valores da profissão e das instituições parcerias. Os estudantes de Medicina da UniMAX além de estarem inseridos na atenção básica de Indaiatuba participam da Experiência-HAOC e da Experiência-Sírio Libanês.

Aula prática no HAOC

Aula prática no HAOC 

O Hospital Augusto de Oliveira Camargo – HAOC e o Hospital Sírio-Libanês são parceiros na integração ensino-serviço da UniMAX. Inicia     em 2019, as experiências em serviços hospitalares atenderam os estudantes em atividades desenvolvidas em pequenos grupos e   acompanhadas por profissionais vinculados a esses hospitais.

No HAOC, grupos com cinco estudantes tiveram contato com os serviços e os respectivos profissionais responsáveis pelas áreas de nutrição, farmácia, lavanderia, urgência, centro cirúrgico, central de esterilização, banco de sangue, laboratórios, quimioterapia, serviço de arquivo médico. Na segunda rodada dessa experiência, os grupos terão atividades junto às equipes clínicas do hospital.

Na Experiência Sírio-Libanês – HSL, os estudantes participam do encontro nacional de Médicos de Futuro, um evento inovador voltado para estudantes de graduação e jovens médicos no qual são abordados temas de vanguarda na atuação médica. Além desse encontro, participam de presenciais com especialistas do HSL, tendo a oportunidade de conhecer os serviços do HSL. As atividades presenciais da Experiência Sírio-Libanês foram especialmente desenhadas para os estudantes da UniMAX e serão desenvolvidas em 2020. Nas atividades a distância, iniciadas em novembro de 2019, os estudantes participam de fóruns online na plataforma virtual do Instituto de Ensino e Pesquisa do HSL, tendo a oportunidade de discutir questões vinculadas à prática médica de ponta com especialistas renomeados deste hospital.

Alunos de Medicina no Hospital Sírio

Por Valéria Vernaschi Lima – coordenadora do curso de Medicina de Indaiatuba.

07/02/2020