NIAC

Núcleo de Inclusão e Acessibilidade


 

O NIAC (Núcleo de Inclusão e Acessibilidade) tem como objetivo fomentar a igualdade e respeito às diferenças, buscando recursos e tecnologias assistivas para garantir acessibilidade em todos seus aspectos, acesso aos espaços ambientais, como também acesso às ações e processos desenvolvidos pela Instituição.
O Programa Acadêmico abrange tanto alunos quanto funcionários da Instituição de Ensino, sendo que os alunos são atendidos desde o processo seletivo até sua formação e os funcionários desde a seleção de vagas a sua permanência na função.

São acompanhados pelo NIAC os alunos e colaboradores nas seguintes situações:

  •  Deficiência física;
  •  Deficiência intelectual;
  •  Deficiência sensorial (cego, surdo, deficiente visual, deficiente auditivo e surdo-cegueira);
  •  Transtorno do espectro do autismo;
  •  Transtornos Específicos de Aprendizagem;
  •  Transtorno da atenção e hiperatividade (TDAH);
  •  Altas habilidades/Superdotação

Há, ainda, a sensibilização de todos os envolvidos no processo por meio de formações com especialistas nas mais diversas áreas das deficiências.
Assim o NIAC contribui para transformação de uma sociedade inclusiva, contemplando os processos educacionais e ampliando a participação de todos na reestruturação de práticas e ações cada vez mais inclusivas.

Manual NIACManual Áudio

Especificação das deficiências

Deficiência Sensorial

Do ponto de vista científico, a deficiência sensorial se caracteriza pelo não-funcionamento (total ou parcial) de algum dos cinco sentidos. Classicamente, a surdez e a cegueira são consideradas deficiências sensoriais, mas déficits relacionados ao tato, olfato ou paladar também podem ser enquadrados em tal categoria.

Deficiência física

São complicações que levam à limitação da mobilidade e da coordenação geral, podendo também afetar a fala, em diferentes graus. As causas são variadas – desde lesões neurológicas e neuromusculares até má-formação congênita –
ou condições adquiridas, como hidrocefalia (acúmulo de líquido na caixa craniana) ou paralisia cerebral.

Deficiência intelectual

Caracteriza-se por importantes limitações, tanto no funcionamento intelectual quanto no comportamento adaptativo, expresso nas habilidades conceituais, sociais e práticas. Indivíduos com Deficiência Intelectual apresentam funcionamento intelectual significativamente inferior à média.

Altas Habilidades / Superdotação (AH/SD)

Pessoas com altas habilidades/superdotação são os alunos que apresentam a facilidade de aprendizagem, pois dominam rapidamente os conceitos, os procedimentos e as atitudes. Por possuírem condições de aprofundar e enriquecer esses conteúdos devem receber desafios suplementares em classes comuns, em sala de recursos ou em outros espaços definidos pelos sistemas de ensino, até mesmo para concluir a série ou etapa escolar, em menos tempo.

Transtorno do Espectro do Autismo (TEA)

O Transtorno do Espectro Autista (TEA), refere-se a uma série de condições caracterizadas por desafios com habilidades sociais, comportamentos repetitivos, comunicação, bem como por forças e diferenças únicas.

Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)

O TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade é uma síndrome (conjunto de sintomas) caracterizada por distração, agitação / hiperatividade, impulsividade, esquecimento, desorganização, adiamento crônico, entre outras.

Transtorno Específico de Aprendizagem

A discalculia e a dislexia são exemplos de transtornos específicos de aprendizagem, os quais são classificados como dificuldades crônicas. Ambos trazem diversos prejuízos, não apenas no contexto escolar, mas também na vida cotidiana da pessoa, por exemplo, ter dificuldade de ler e compreender uma palavra nova e textos.

Contato: niac@faculdademax.edu.br