Formandos de Direito da Faculdade Max Planck participam de Colação de Grau

Formandos de Direito da Faculdade Max Planck participam de Colação de Grau

Aprovados na OAB, recém-formados estão preparados para o mercado de trabalho

Coragem não falta para Edson Fernando Mariano, que acaba de comemorar uma importante conquista em sua vida. Aos 49 anos, ele é um dos formandos da turma 2011 de Direito, da Faculdade Max Planck. “Concluir a graduação foi motivo de alívio, mas também muito orgulho. Ao receber meu diploma, senti total satisfação. Agora, espero ter muito trabalho pela frente”, afirma recém-formado que retomou os estudos para incentivar os filhos.

Todos os formandos foram aprovados na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) antes mesmo de terminar o curso e agora, com diploma, estão aptos para atuar no mercado de trabalho. “Estou muito grato por tudo o que conquistei aqui. As atividades práticas e o corpo docente foram destaques”, garante Paulo Sérgio de Oliveira Filho, 23. Graças a uma bolsa de estudos do programa Bolsas Ibero-Americanas, parceria da Faculdade com o Santander Universidades, Paulo está de malas prontas para um intercâmbio de pós-graduação em Direito Empresarial na Universidade de Coimbra, em Portugal. “Futuramente quero dar aulas na Max Planck. Meu objetivo é nunca me desvincular dessa Faculdade que me trouxe tantas conquistas”.

A Max capacita seus futuros bacharéis de Direito como gestores, consultores e empreendedores, agregando habilidades técnicas e pessoais para uma atuação profissional completa e bem sucedida. O coordenador do curso, professor Alexandre Soares Ferreira, tem certeza da capacidade da turma 2011. “Estou certo que estes novos profissionais serão muito bem sucedidos na carreira e atuarão de forma ética e responsável”, afirma.

O evento de Colação de Grau aconteceu no CEJUSC (Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania), que fica no campus 1 da Faculdade, em 15 de fevereiro, e contou também com a presença de familiares dos formandos. A Faculdade Max Planck tem alto índice de aprovados na OAB, além de contar com nota  4 no MEC e ENADE.