Coordenadora Geral do NEPI participa do Seminário Gestão Urbana e Saúde

Coordenadora Geral do NEPI participa do Seminário Gestão Urbana e Saúde

Profª Drª Ana Maria Girotti Sperandio foi uma das debatedoras do evento que teve por tema “Planejando a cidade, promovendo a saúde”

 

A Coordenadora Geral do NEPI (Núcleo de Estudos e Pesquisas
Interdisciplinares) dos Centros Universitários de Jaguariúna e Max Planck
(UniFAJ e UNIMAX), Prof.ª Dr. ª Ana Maria Girotti Sperandio, participou do 1º
Seminário Gestão Urbana e Saúde, com o tema “Planejando a cidade,
promovendo a saúde”. O evento foi promovido pela ENSP/Fiocruz (Escola
Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca) e pelo CAU/RJ (Conselho de
Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro) e aconteceu entre os dias 27 e 28
de junho no auditório do CAU/RJ.

O evento teve como objetivo refletir as relações entre saúde pública e os
estudos urbanos, por meio de quatro eixos temáticos, sendo eles: Políticas
Públicas, Planejamento Urbano e Saúde; Equipamentos Urbanos e Saúde;
Instrumentos de Gestão Urbana e Impactos na Saúde e Governança
Democrática Territorial Urbana e Saúde Pública.

As discussões analisaram o conceito ampliado de saúde, extensão de
políticas, programas e estratégias que determinam os desenvolvimentos
urbanos e o crescimento das cidades, identificando os desafios intersetoriais,
interdisciplinares e metodológicos na reaproximação de políticas de
planejamento urbano e saúde pública.

O evento contou com a participação da Prof.ª Dr.ª Ermínia Maricato –
Arquiteta e urbanista e pesquisadora, que realizou a primeira conferência
magna do evento e também com a contribuição da Prof.ª Dr.ª Ana Maria Girotti
Sperandio – Pesquisadora da área de promoção da saúde e saúde coletiva;
Prof. Dr. Elson Manoel Pereira – Pesquisador da área de Planejamento Urbano
e Regional; Prof. Dr. Paulo Hilario Nascimento – Pesquisador das áreas de
Saúde Ambiental, Ecologia Aplicada, Cidades e Saúde Humana; Prof. Ms.
Ricardo Almendra – Geógrafo e pesquisador dos impactos na saúde das
condições ambientais e na avaliação da vulnerabilidade das comunidades a
condições adversas. Todos eles foram os debatedores das mesas-redondas
que discutiram os quatro eixos temáticos do evento. A conferência de
encerramento ficou por conta do assessor regional em agua e saneamento da
Organização Pan-Americana da Saúde/OMS, Henry Hernandez.