Arquitetura e Urbanismo da UniMAX desenvolve projetos de reabilitação da Fazenda Pimenta em Indaiatuba

Arquitetura e Urbanismo da UniMAX desenvolve projetos de reabilitação da Fazenda Pimenta em Indaiatuba

Estudantes do 7º semestre apresentaram 10 projetos diferentes para transformar o local em um Centro Cultural

A reabilitação do imóvel localizado na Fazenda Pimenta em Indaiatuba foi o foco dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos do 7º semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da UniMAX – Centro Universitário Max Planck durante as aulas de Projeto VI e Técnicas Retrospectivas sob orientação da professora Iara Fioravanti.

O trabalho minucioso de descoberta de patologias e tratamento do imóvel resultou em 10 diferentes projetos propondo um novo uso para o local como um Centro Cultural. Os alunos tinham como programa de necessidades do projeto arquitetônico prever um auditório, foyer, salas multiuso, restaurante, café, biblioteca, banheiros, entre outros itens. Dois projetos foram apresentados para os proprietários da Fazenda, Lucas Mirins e Mario Mirone, que escolheram um.

De acordo com a docente, embora o local ainda não seja tombado oficialmente como patrimônio histórico, os projetos dos alunos foram embasados nos manuais do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e CONDEPHAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico). A intenção é que a partir do projeto já adequado, a solicitação do tombamento do imóvel possa ser viabilizada pelo proprietário.

A professora Iara conta que o projeto vem ao encontro da proposta da disciplina que tem a missão de trabalhar com imóveis históricos, entender como tratar cada material e a modernidade propondo nova utilização ao patrimônio para que volte a ter vida. “Eu escolhi esse imóvel justamente pelo estado de degradação para que os alunos fizessem o trabalho completo passando pelo entendimento dos termos, conceitos, patologias e tratamento, verificando estado do telhado, fissuras, crosta negra, etc.”, explica.

Datado de 1949, a Fazenda Pimenta abrigou por 25 anos, a fábrica de óleo de amendoim comestível Aburá, cujas as atividades foram encerradas em 1975. A propriedade era do italiano Santoro Mirone, ex-oficial da Marinha italiana, junto de sua esposa Santina e três filhos. “Ficamos na expectativa de os atuais proprietários darem andamento ao projeto. Inclusive, eles têm interesse em trabalhar a questão urbana, já que a área é bem próxima da região urbanizada, mas ainda tem estrada de terra”, revela a professora.

Por fim, Iara fala sobre a relevância dos projetos que fazem parte das iniciativas socioculturais do curso, confirmando o objetivo da UniMAX de oferecer uma formação humanizada a partir de problemáticas reais. “É muito importante o aluno entender a história da cidade, que está nos livros, mas que também faz parte da nossa vida, além de dar importância devida ao imóvel”, conclui.

Vestibular de Inverno

Inscreva-se no Vestibular de Inverno da UniMAX – Centro Universitário Max Planck – acesse www.faculdademax.edu.br ou clique neste link.

Provas de segunda a sexta, às 10h e às, 19h30, e aos sábados às 9h30, no campus I, que fica na Avenida 9 de dezembro, 460 – Jardim Pedroso – Indaiatuba.

Mais informações: (19) 3885-9900.

Texto: Tatiane Dias – (MTB 67029)

01/08/2019