Uso de Neurolíticos na Medicina Equina foi tema da palestra realizada no HEV-MAX

Uso de Neurolíticos na Medicina Equina foi tema da palestra realizada no HEV-MAX

Especialista convidado falou sobre novas tecnologias do mercado fármaco

Oferecer oportunidade de atualização constante dos alunos com o que há de mais moderno na área é um compromisso da Medicina Veterinária da MAX. Por isso, o curso promoveu no dia 07/08, no Hospital-Escola Veterinário (HEV-MAX) a palestra gratuita “Uso de Neurolíticos na Medicina Equina”. Para a ocasião, foi convidado o professor da Universidade Federal de Alagoas, o médico veterinário Pierre Barnabé Escodro.

Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Paraná (PR) com especialização em Cirurgia e Anestesiologia de Grandes Animais, o palestrante é mestre em Medicina Veterinária, na área de Clínica Cirúrgica Veterinária, e doutor em Ciências, na área de Biotecnologia. A partir do tema principal, que consiste em medicamentos capazes de abolir a sensibilidade de nervos e síndromes crônicas dos animais, o médico veterinário abordou as novas tecnologias do mercado fármaco, reforçando a importância de esclarecer sobre o assunto, devido ao uso sem controle que é realizado por muitos lugares.

“Nós temos um mercado mostrando o uso indiscriminado dessas tecnologias para tirar a dor dos animais, que podem até oferecer alguns perigos para o cavalo e o cavaleiro. Por outro lado, também temos indicações para síndromes crônicas, onde há necessidade da manutenção do bem-estar animal através do controle da dor de uma forma mais prolongada. E os Neurolíticos estão envolvidos nisso,” contou o especialista.

Os alunos do curso de Medicina Veterinária compreenderam a importância do assunto para sua formação, principalmente pelos diferentes usos que o mercado realiza. “Eu já ouvi falar sobre o assunto, mas através da palestra obtive um melhor entendimento. Aprendi sobre o uso e todos os cuidados do procedimento para que não haja erros. E isso nos trouxe o conhecimento do uso correto em cada caso e modo como podemos estar evitando erros”, comentou o aluno Clóvis Forti Júnior, do 6º semestre.

2Segundo o aluno Matheus de Campos Bicudo, do 6º semestre, o mais relevante foi o uso da técnica para conseguirmos acabar com dores crônicas e ajudar na recuperação de dores agudas dos animais. “Isso permite uma recuperação mais rápida dos pacientes e, além disso, é possível, em alguns casos, prolongar a atividade de um animal atleta dentro do seu esporte que foi impedido de continuar por causa de alguns tipos de lesões”, disse.

Importante reforçar que o curso de Medicina Veterinária da Faculdade Max Planck vem ganhando cada vez mais destaque pela qualidade do ensino e infraestrutura do Hospital-Escola Veterinário que possibilita a realização de aulas práticas nas áreas de Análises Clínicas, Multidisciplinar, Metodologias Ativas, Anatomia Animal, Patologia, Granja de Aves, Granja de Suínos com auditórios internos, Diagnóstico por Imagem, Técnicas Cirúrgicas e Laboratório de Reprodução Animal.

24/08/2017

 

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful