Professor tem dissertação de mestrado sobre terapia celular aprovada

Professor tem dissertação de mestrado sobre terapia celular aprovada

Daniel Tonin Benedetti defendeu sua tese na FMVZ/USP

 

O professor da Medicina Veterinária da Faculdade Max Planck, Daniel Tonin Benedetti, teve sua dissertação de mestrado em Departamento de Cirurgia, no setor de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres aprovada pela banca examinadora da FMVZ (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia), da USP.

O tema escolhido foi Terapia Celular: avaliação do potencial de células do saco vitelino canino comparadas com as de polpa dentária canina para uso terapêutico em cães com displasia coxofemoral. Os alunos de Medicina Veterinária da Faculdade ajudaram o professor em sua pesquisa, auxiliando no processo de aplicação celular, raio-x dos animais, anestesia, pós-operatório, entre outras atividades.

De acordo com o professor, o projeto foi desenvolvido com muito trabalho e dedicação. “Meu trabalho foi realizado a partir de uma pesquisa clínica, envolvendo pacientes e seus proprietários. Mesmo precisando coordenar datas de avaliação e logística das aplicações, a pesquisa foi um sucesso”, conta o professor Daniel, que ressalta o quão gratificante foi a realização do projeto. “Conquistar este título de mestre com uma pesquisa que pode oferecer, aos cães que sofrem com a displasia coxofemoral, um novo tratamento, e que envolve a terapia com células-tronco é um feito muito importante para minha carreira, para a pesquisa científica e para minha vida pessoal”, explica.

Fundador do LACO (Laboratório de Cirurgia e Ortopedia) da Faculdade, o professor Daniel Tonin Benedetti é mestre em Ciência Animal e tem grande experiência em cirurgia de tecidos moles e ortopédica de pequenos animais. A coordenadora do curso, Maria Fernanda Vianna Marvulo integrou a banca.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful