Pela segunda vez consecutiva, UniMax é selecionada para o Congresso Europeu de Ciências do Esporte

Pela segunda vez consecutiva, UniMax é selecionada para o Congresso Europeu de Ciências do Esporte

Artigo dos alunos de Fisioterapia foi representado pelo professor Antonio Carlos Ribeiro Eduardo em Dublin na Irlanda

 

Em 2018, a UniMax – Centro Universitário MAX PLANCK – repete a participação em um importante evento internacional, o trabalho elaborado por alunos do curso de Fisioterapia sob a orientação do professor Antônio Carlos Ribeiro Eduardo, foi selecionado para ser apresentado no Congresso Europeu de Ciências do Esporte em Dublin na Irlanda, entre os dias 2 e 8 de julho. No ano passado, o artigo foi publicado na Alemanha.

De acordo com o professor Antônio Carlos, a quem coube apresentar o trabalho, que foi baseado na avaliação da dor patelofemoral, uma das mais comuns que afetam a articulação dos joelhos, através da influência do fortalecimento glúteo máximo sobre o valgo dinâmico, posição do joelho que no plano frontal impede o alinhamento correto da articulação durante a realização de atividades em geral. A análise foi feita através de exames de Eletroneuromiografia e Biofotometria, que permitem verificar diferenças no deslocamento patelar.

Sobre a relevância dessa participação para a vida dos alunos, o professor diz: “O trabalho foi apresentado e avaliado por  um colégio internacional. Esse trabalho não passou por qualquer um. Isso será importante para o currículo deles, num concurso público podem ter uma pontuação diferenciada pela publicação de artigos em congressos nacionais, internacionais e intercontinentais”, conta. “Vários deles já manifestaram o interesse em fazer um mestrado, um trabalho desses é o primeiro passo”, ressalta.

Para a aluna do 7º semestre de Fisioterapia, Aline Isabela Bueno, participar do projeto foi muito importante para a vida acadêmica, porque acrescenta no currículo, eleva o potencial dos estudantes e aumenta o diferencial entre seus futuros concorrentes ao término da faculdade. “Esse resultado mostra também a união entre todos do grupo”, completa.

Já o estudante Luís Felipe salienta a importância de participar de um projeto científico. “Muito importante essa vivência no meio científico, porque a gente vê muito a teoria e a prática e acaba não tendo um contato tão íntimo com o ambiente científico, esses projetos nos aproximam mais da ciência, descobrir como é feito o trabalho científico, uma pesquisa, os procedimentos, análise de dados é muito interessante vivenciar esse outro lado, é enriquecedor”, conta.

Esta não é a primeira vez que o Centro Universitário Max Planck participa deste evento. Em 2017, o Congresso aconteceu na Alemanha e a UniMax foi a única instituição de ensino particular a participar ao lado universidades federais de Brasília e Amazonas e países como Coreia do Sul e Itália, por exemplo. “O mais importante é ver o empenho de cada um. A galera compra a ideia do que ser é fisioterapeuta, do que é vestir a camisa da faculdade, de promover o nome da MAX PLANCK, promover o curso de fisioterapia. O presente maior é meu, de ter do meu lado eles que são de primeiro mundo”, finaliza.

13/08/2018

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful