NÚCLEO DE ESTUDOS DA UNIMAX AVALIA DANOS PROVOCADOS PELO CONSUMO CRÔNICO DE ÁLCOOL

NÚCLEO DE ESTUDOS DA UNIMAX AVALIA DANOS PROVOCADOS PELO CONSUMO CRÔNICO DE ÁLCOOL

Coordenado pela professora Janaina Aparecida Simplício, reuniões acontecem, quinzenalmente, às quintas-feiras, das 17h30 às 19h na sala do NEPI

Com reuniões realizadas, quinzenalmente, às quintas-feiras, das 17h30 às 19h  na sala do NEPI, o NECE (Núcleo de Estudos sobre o Consumo de Etanol) da UniMAX – Centro Universitário Max Planck  tem por objetivo analisar os danos causados pelos etanol, também conhecido por álcool etílico, substância orgânica obtida por meio da fermentação de açúcares, hidratação do etileno (gás responsável pela maturação de frutas), ou redução de acetaldeído (líquido incolor, acre, que ferve à temperatura ambiente) encontrado em bebidas como cerveja, vinho e aguardente, utilizado também na indústria de perfumaria.

Para isso, os membros do NECE fazem uma vasta revisão da  literatura científica existente sobre o assunto com  intuito de encontrar esclarecimentos sobre o os mecanismos de influência do etanol sob o organismo humano, conforme explica a professora do curso de Farmácia, Janaína Aparecida Simplicio, coordenadora do Núcleo. “Avaliamos os mecanismos pelo qual o consumo agudo e crônico de etanol provoca danos aos diferentes órgãos e tecidos, tais como aumento do estresse oxidativo, indução da proliferação celular, ativação de fatores de transcrição, inflamação em diferentes tecidos”, conta.

O consumo agudo de etanol é considerado quando o indivíduo faz ingestão de bebidas alcoólicas em ocasiões especiais, como festas, confraternizações, reuniões sociais, etc. , mas que podem acarretar, ainda que em proporções menores, problemas de saúde. Já o consumo crônico, denominado alcoolismo, é caracterizado pela dificuldade psicológica de controlar a ingestão de bebidas alcoólicas, diariamente, e em doses cada vez maiores.

A coordenadora aponta, ainda, que o consumo crônico de etanol acarreta alterações significativas das funções circulatórias, figurando como um fator de risco no desenvolvimento de doenças, com destaque para as cardiovasculares. “Temos como objetivo elucidar esses danos e, futuramente, realizar palestras de conscientização no Centro Universitário e na comunidade”, revela Janaína.

Maria Estela de Oliveira Bianchi, estudante do 8º semestre de Farmácia, integra o Núcleo e ressalta que um dos principais desafios é referente a escassez de tempo para a dedicação às reuniões, em decorrência de trabalho e outras tarefas do curso. Apesar dessa dificuldade, ela considera muito boas as expectativas em relação ao desenvolvimento das pesquisas. “Poder aprofundar em algo específico é muito bom, pois traz conhecimento e é muito bom orientar e levar esclarecimentos às pessoas sobre esse tema tão problemático para a sociedade”, considera. “Gosto muito de buscar informações e pesquisar sobre coisas novas”, completa.

A aluna avalia também a orientação dada pela professora e os subsídios que a UniMAX oferece para o desenvolvimento da pesquisa que, atualmente, é realizada por ela e pela aluna do 4º semestre de Farmácia, Alessandra da Silva Carmona. “A Janaina é muito atenciosa e pronta para ensinar e tirar quaisquer dúvidas que tivermos, sem falar que é uma pessoa preparada e entendida sobre o assunto. Acredito também que a UniMAX auxilia o grupo sempre que precisamos”, diz.

O NECE é oficializado e normatizado pelo NEPI (Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares) da UniMAX, que tem por finalidade incentivar pesquisas sob a ótica da interdisciplinaridade, superando as barreiras existentes nas universidades organizadas em disciplinas. O intuito é a busca de um trabalho realizado em rede intra e interdisciplinares, a fim de contribuir com o processo de desenvolvimento de políticas públicas que favoreçam o papel do Centro Universitário Max Planck como gerador de conhecimentos, práticas e reflexões. A proposta considera, ainda, o empreendedorismo, uma sociedade mais liberta, contemplando desta forma, um novo modelo de gestão do conhecimento.

Interessados em participar de algum dos grupos ou núcleos de estudos do NEPI podem entrar em contato pelo e-mail nepi.ana@faculdademax.edu.br ou telefone (19) 3885-9900 (ramal 9976).

22/10/2018

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful