Hidroterapia é tema de aula prática do 4º semestre de Fisioterapia

Hidroterapia é tema de aula prática do 4º semestre de Fisioterapia

Atividade aconteceu no Centro Esportivo Rêmulo Zoppi, em Indaiatuba

Os alunos do 4º semestre de Fisioterapia caíram na água para vivenciar em detalhes conceitos da disciplina Recursos Hidroterapêuticos. A atividade prática foi proposta pela professora Cibele Santoro, que levou os estudantes para o Centro Esportivo Rêmulo Zoppi. O uso das instalações é uma parceria da MAX com a hidro-1Prefeitura de Indaiatuba e atende ao compromisso de oferecer 50% de aulas práticas como diferencial na formação dos alunos.

“A hidroterapia é um tratamento dentro de uma piscina  aquecida, realizada pelo profissional fisioterapeuta. Além de  relaxamento muscular, conseguimos trabalhar no paciente o  fortalecimento, alongamento, equilíbrio, propriocepção e  bem-estar, tudo voltado para reabilitar o paciente de uma  maneira global para que ele volte o mais rápido possível para  suas atividades diárias”, explica a docente.

Para a aluna Anna Caroline Salles, foi muito prazeroso conhecer outra área importante da Fisioterapia. “Mexer com água é totalmente diferente. Para o paciente é mais leve, especialmente no alívio da dor. Também ajuda no combate ao estresse. E aprender tudo isso na prática é fantástico”, comentou. Focada na área desportiva, acredita que a hidroterapia pode ser muito útil. “Eu vi que muitos fisioterapeutas utilizam a hidroterapia como forma de tratar atletas porque são técnicas muito avançadas e traz diversos benefícios”, disse.

A iniciativa de fazer aula prática em ambiente público também foi aprovada pelo estudante Paulo de Souza. “A hidro-2disponibilidade da Faculdade em oferecer essas oportunidades práticas é muito importante. Proporciona pra nós uma vivência da profissão, além de também podermos sentir o mesmo que os pacientes, vendo os dois lados do processo. E ao realizarmos a aula no Centro Esportivo dá também uma visibilidade pra nós como futuros profissionais”, afirmou.

“Vivenciar as aulas práticas é muito importante, pois estamos preparando o aluno para tratar o paciente com suas diferentes patologias, sendo elas ortopédicas, neurológicas ou reumatológicas. Aproveitamos para abordar técnicas como Watsu, Método Halliwick e Bad Ragaz, onde conseguimos atingir um público variado desde paciente idoso, criança e adultos”, conclui a docente.

09/11/2016

Claudia Shirano- Faculdade Max Planck.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful