Festival beneficente Max em Dança é produzido por alunos de Educação Física

Festival beneficente Max em Dança é produzido por alunos de Educação Física

Trabalho de encerramento do ano da disciplina Dança e Ginástica Geral produziu espetáculo com mais de 20 coreografias

Um festival beneficente com direito a danças de todos os estilos. Assim foi o trabalho de encerramento dos alunos do 4º semestre de Educação Física na disciplina Dança e Ginástica Geral. A apresentação aconteceu no dia 6 no anfiteatro da Escola Ambiental Bosque do Saber, em Indaiatuba, que ficou lotado com a presença de familiares e amigos dos estudantes.

Mais de 80 alunos se revezaram em 23 coreografias apresentadas em quase duas horas de evento. Axé, tango, salsa, zouk, maxdanca-2sertanejo, forró e rock foram alguns dos ritmos escolhidos. Segundo o professor Rodrigo de Oliveira, responsável pela disciplina, todos os detalhes foram elaborados pelos estudantes. “Cada grupo criou sua própria dança. Além disso, eles tiveram que cuidar de tudo: cenário, figurino, maquiagem, escolha da música, ensaios, doações, recepção dos convidados. Enfim, tudo o que envolve a produção de um evento. Mas sempre com a supervisão da equipe docente”, comentou o docente.

Pensando no impacto social, os alunos solicitaram aos convidados que doassem um litro de leite. Ao final, conseguiram arrecadar 86 litros, que foram doados ao Fundo Social de Solidariedade de Indaiatuba – Funssol. “É uma ajuda muito importante para nós, especialmente nesse ano de crise em que as doações caíram muito. Nós encaminharemos às instituições conveniadas, e também para as Farmácias municipais”, explicou a presidente do Fundo, Enides Nogueira Lopes Cruz.

maxdanca-4Dos ritmos mais populares e agitados, aos temas mais calmos e clássicos, as apresentações animaram a plateia. “Foi muito emocionante, especialmente nosso grupo que teve a participação da Bianca, que mostrou que a Síndrome de Down não a impede de se desenvolver. Nós fizemos uma coreografia em que todos pudessem participar igualmente e isso é que é agregar, não há porque excluir”, disse o aluno Wagner Garcia, que dançou uma coreografia de rock anos 50.  “Eu ensaiei muito e gostei de tudo”, afirmou Bianca Dias Tagliacozzo.

Experiente na área da dança, Renata Lima também gostou do projeto. “Eu vi meus colegas se desenvolverem. Muitos que não dançavam nada, que disseram que não iriam conseguir, quebraram barreiras, subiram no palco e fizeram bonito. A dança mostrou o poder de transformação na vida das pessoas, foi ótimo”, disse.

No resumo da noite, o professor Rodrigo comemorou os resultados positivos. “Eu achei muito bom, eles cumpriram com os combinados. A grande maioria, cerca de 80%, fez um ótimo trabalho, fiquei muito feliz”, concluiu.maxdanca-3

27/12/2016

Fotos: Renata Larcerda – Faculdade Max Planck.

 

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful