Feira das Indústrias é destino de visita técnica de alunos de Engenharia de Produção

Feira das Indústrias é destino de visita técnica de alunos de Engenharia de Produção

Relevante evento realizado em Indaiatuba mobilizou alunos de todos os semestres

Alunos de vários semestres de Engenharia de Produção realizaram visita técnica à 8ª edição da Feira das Indústrias de Indaiatuba, que aconteceu de 22 a 24 de agosto. No total, 300 estudantes participaram da atividade prática, que envolveu conhecimentos de diversas disciplinas. “O objetivo era o foco na integração com o mercado de trabalho e o que as indústrias da região buscam nos profissionais de Engenharia”, explicou o coordenador do curso, professor Rogério Augusto Gasparetto Sé.

Reunindo empresas de segmentos variados, o evento foi uma excelente oportunidade para atualização e troca de experiências. “A importância da vivência está no fato de que os alunos podem ter um contato direto com as empresas e entender seus desenvolvimentos e expectativas para os profissionais do futuro”, comentou o docente.

A atividade teve impacto bastante positivo para alunos ingressantes. “Esse tipo de iniciativa é muito bom para nosso aprendizado pois, com essas visitas, pode-se abrir oportunidades de conhecer novos produtos que estão sendo desenvolvidos e também conhecer empresas de diversos ramos de atuação. Uma das coisas que vi de mais relevante na feira foi a força de vontade da minha turma em relação de serem curiosos e tirarem dúvidas em cada stand da feira”, relatou Henrique Favarelli de Oliveira, do 2º semestre.

De acordo com Luis Eduardo de Oliveira, do 6º semestre, a ideia da visita partiu de dois lados, tanto da coordenação como dos alunos. “Foi uma experiência totalmente diferente da qual estamos acostumados, tirando o foco teórico, e nos levando diretamente à essência prática. Na feira tivemos a oportunidade de conhecer empresas da região, e conhecer também os novos produtos e as novas tecnologias, o que nos permite uma melhor preparação pros próximos anos do mercado de trabalho. Nós, da Engenharia de Produção, temos de estar ligados em tudo o que acontece no mercado, às inovações tecnológicas e, principalmente, aos novos processos de produção. Isso possibilita um melhor aprendizado e também facilita no processo de escolha dentre as vertentes que nosso curso proporciona e oferece como carreira profissional”, contou.

Representando o público feminino, cada vez mais presente no universo das Engenharias, as alunas Priscila Gonçalves de Lima e Samira M. S. Camargo Cunha, do 8º semestre, também aprovaram a visita. “Foi uma atividade prática na qual adquirimos muito conhecimento, ao conversar com os expositores saber sobre seus produtos e experiências, ter uma visão empreendedora, achei muito gratificante. Acredito que conseguimos alinhar conhecimento teórico, prático e simular uma possível vivência em uma indústria ou comércio”, disse Priscila. “Achei a iniciativa muito legal, principalmente neste semestre que estamos tendo aula de empreendedorismo. Pude ter contato com alguns estandes e troquei ideias com alguns dos representantes sobre a produção da matéria prima, fechamento de contratos, atuação da empresa. Consegui até falar sobre estágio e oportunidade de visita técnica de empresa. Então, foi bem interessante”, garantiu Samira.

Também no 8º semestre, Ricardo Stevan Peres Júnior destacou o conteúdo das palestras realizadas durante o evento. “Foi uma boa iniciativa, ainda mais para alunos como eu, que teve pouco contato com empresas, para conhecer mais sobre como é negociar produtos novos, entre outras experiências. De maior relevância na Feira foram as palestras, que abordaram assuntos bons tanto para empresas como para universitários”, disse.

Nos últimos meses de curso, Anderson Aparecido Toewe foi outro aluno que valorizou a visita. “Achei interessante as máquinas de fazer latinhas de alumínio em vários tamanhos, as gravações e cortes a laser da Big Strong, as novas tecnologias de soldas com máquinas pequenas as tecnologias em energia solar. É muito importante termos esses contatos e poder ter mais visões do ramo industrial no qual muitos de nós vamos ingressar”, concluiu.

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA MAX

O curso se destaca por professores altamente capacitados, maioria formada por mestres e doutores, e reconhecidos por atuação na área e conhecimento em indústria, além de larga experiência na docência. Tem ainda alto índice de empregabilidade com alunos realizando estágio em grandes empresas da região e, ao final da graduação, empregados na área. O conteúdo das aulas é preparado para que alunos visualizem na prática as principais adversidades do ambiente industrial: desenvolvimento do espírito de equipe, liderança e empreendedorismo.

11/09/2017

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful