Feira da Max Planck recebe quatro mil pessoas

Feira da Max Planck recebe quatro mil pessoas

Realizado pela primeira vez em três períodos, evento reuniu estudantes de Indaiatuba e região

 

Estudantes de Ensino Médio vivenciaram uma experiência diferente nesta quarta-feira, 30. Ao longo de todo o dia e noite, a Faculdade Max Planck, em Indaiatuba, abriu suas portas e recebeu, no campus 1, mais de quatro mil pessoas de toda a região durante a edição 2015 do Max Profissões, que permitiu aos visitantes o contato com diferentes áreas de atuação de profissões  de Saúde, Humanas e Exatas, seguindo a filosofia do aprendizado vivenciado na prática. Além disso, foi possível conhecer toda infraestrutura do campus, conversar com professores e ainda, se inscrever para o Vestibular 2016.

Diferentes atividades foram realizadas por todos os cursos da Faculdade. Os alunos de Administração, Marketing e Direito promoveram palestras e atividades durante todo o dia. O curso de Ciências Contábeis ofereceu orientações, dentre elas que contabilidade não é matemática, dúvida presente entre os visitantes. Quem visitou as salas do curso de Recursos Humanos participou de diferentes atividades, além de poder realizar o Teste de Interesse Profissional (TIP). “Foi muito bom atendê-los e tirar dúvidas sobre como é o ensino superior. Muitos tinham ideias equivocadas e ficavam animados quando percebiam que não é um bicho papão”, ressalta Dayane Dalaqua, aluna do 4º semestre.

No curso de Arquitetura e Urbanismo foram realizadas oficinas de percepção e os visitantes pintaram o mural do arquiteto e artista plástico Paulo Lara. Em Farmácia, foi possível conhecer as diversas áreas de atuação, com orientações sobre dispensação de medicamentos e assistência farmacêutica na Drogaria, manipulação de fórmulas farmacêuticas, Homeopatia e Fitoterapia.

Em Gastronomia, os visitantes vivenciaram na prática a fabricação de molhos e massas, enquanto os alunos de Nutrição realizaram avaliação nutricional e demonstraram a quantidade de açúcares e sódio nos alimentos industrializados. O evento também contou com muita animação nas apresentações de Zumba, promovidas pelo curso de Educação Física, que também ofereceu aos participantes avaliações físicas e vivencias em luta de braço.

A exposição de uma égua com pinturas de acordo com a estrutura óssea do animal chamou a atenção dos visitantes interessados em conhecer a área de atuação do médico veterinário. Além dos animais taxidermizados, como cachorros e tartarugas, uma simulação de centro cirúrgico foi montada no local. O público ainda pode conferir, através de um microscópio, fragmentos de ossos de animais e um DVD em 3D demonstrou como funcionam as estruturas internas de um equino e alguns animais silvestres do projeto Zooterapia ficaram em exposição.

Os cursos de Engenharia de Produção e Controle e Automação apresentaram uma bancada de testes desenvolvida pelos alunos visando análise da interferência em motores a combustão provocada pela adulteração de combustível, o que chamou bastante a atenção dos visitantes no Centro de Convivência.

Todos os laboratórios do curso ficaram abertos para visitação monitorada, além do carro de kart, projetado pelos alunos e a exposição do submarino desenvolvido para exploração pela turma do 10º semestre de Engenharia de Controle e Automação, que apresentou seu funcionamento por intermédio dos computadores instalados no local. Já Engenharia de Produção expôs sistemas de luminosidade, com o objetivo de controlar e economizar gastos de energia. Para a estudante de Ensino Médio, Aline Claro, a visita ajudou na escolha da profissão. “Os projetos dos cursos de Engenharia são muito interessantes, gostei muito dos de Robótica”, comenta.

Na Pedagogia foi montado um espaço sensorial, no qual os visitantes, de olhos vendados e pés descalços, testaram seus sentidos com aromas, texturas, sabores e sons. Dessa forma, foi possível entender sobre o trabalho inclusivo. “O visitante teve a oportunidade de entender que nosso trabalho vai além de lecionar”, conta a aluna do 4º semestre do curso, Neuza Napoliana Miguel.

A reabilitação de pessoas pela realidade virtual, utilizando os aparelhos xbox e kinect, chamou a atenção de alunos que buscavam informações sobre a área de Fisioterapia, e que também puderam participar de mini aulas de pilates, sessões de quick massage e atividade de Estimulação Elétrica Funcional (FES), na qual a musculatura do antebraço é estimulada, produzindo uma resposta de contração involuntária. “Nunca havia participado de algo assim, a sensação foi realmente incrível”, afirma o estudante de mecânica da FIEC, Alan Gleison Bezerra.

Em sua quarta edição, o Max Profissões vem ganhando cada vez mais destaque em Indaiatuba e região, mobilizando profissionais e alunos da Faculdade e, por conta disso, ampliou o horário de visitação para três períodos.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful