Facilidades

Financiamento a juros zero é atrativo para cursos de Licenciatura no Grupo Polis

 

Pessoas que desejam cursar uma das faculdades do Grupo Polis Educacional mas encontram dificuldades financeiras para bancar os estudos podem recorrer a um dos programas de ajuda governamental de apoio ao ensino superior. Os alunos que se matricularem numa das instituições do Grupo têm a opção de participar do ProUni (Programa Universidade para Todos) ou, ainda, se candidatarem ao FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior).

 

 

Com o objetivo de incentivar a formação de estudantes das licenciaturas para a carreira de professor e de professores das redes públicas da educação básica, que ainda não têm curso superior, o FIES oferece o benefício da redução dos juros do empréstimo. Pelas regras atuais, a taxa anual cobrada de alunos que cursam licenciaturas, pedagogia, normal superior ou cursos tecnológicos registrados no cadastro do MEC caiu de 9%, praticada desde a criação do programa, em 1999, para 3,5%, o que significa juro real zero.

 

 

Já no ProUni, que oferece bolsas integrais e parciais de 50% da mensalidade do curso de graduação, o professor concursado do estado ou do município pode concorrer à bolsa de estudos sem comprovar renda mensal. No entanto, para ter esta vantagem o educador precisa cursar uma licenciatura, pedagogia ou normal superior.

 

 

A iniciativa, segundo o MEC (Ministério da Educação) visa aumentar o acesso dos professores à graduação. Nos dois processos seletivos do ProUni, neste ano, 1.642 professores das redes públicas se beneficiaram das bolsas. E há expectativa de que este número aumente na próxima seleção.

 

 

Função docente

 

 

Entre as mais 2,3 milhões de funções docentes das redes públicas registradas em 2005, o censo mostra que existem 661.438 profissionais com ensino médio completo, o que, em tese, seria o público preferencial dos programas de formação do MEC. Com licenciatura, que é a formação prevista na LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), o Inep registrou 1.476.599 funções, mas o Censo Escolar mostra, também, que mais de 15 mil professores têm apenas o ensino fundamental.

 

 

 

Conheça as formas de financiar os estudos

 

 

FIES – Como funciona

 

Para se candidatar, o interessado deve estar matriculado em uma universidade particular que seja cadastrada no FIES e que tenha avaliação positiva do MEC. É necessário ter um fiador e passar por um processo seletivo. Você pode conseguir financiar até 100% do curso. As taxas de juros são fixas: 3,5% ao ano para todos os cursos, conforme nova determinação do Ministério da Fazenda.

 

 

 

ProUni

 

As bolsas para universidades particulares conveniadas podem ser parciais ou totais (no caso das unidades do Grupo Polis, apenas bolsas integrais são oferecidas no processo seletivo e são aceitas transferências de bolsas parciais). Os candidatos precisam ter renda familiar máxima de três salários mínimos e são escolhidos a partir das notas obtidas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). É necessário se inscrever para participar da seleção. Informações: www.mec.gov.br/prouni

 

 

Bancos

 

O que é: Quem não consegue se enquadrar em outra forma de financiamento pode recorrer aos bancos e financeiras, que têm a desvantagem de oferecer juros maiores.

Como funciona: Procure uma instituição que ofereça o financiamento estudantil (Itaú, Unibanco e Banco Real são algumas). O ponto positivo é que você pode pedir o crédito a qualquer momento.

 

POR: BRUNO FELISBINO

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful