COMUNICADO IMPORTANTE

Diretoria do Grupo Polis Educacional adota medidas de prevenção à gripe suína

 

Diante dos inúmeros casos da nova gripe que estão sendo registrados no Brasil e agora também em nossa região, o Grupo Polis Educacional está tomando uma série de medidas de precaução em suas unidades, por onde circulam diariamente milhares de pessoas. Os cuidados são necessários para impedir que algum caso venha a ameaçar a saúde de nossos estudantes, funcionários, colaboradores e suas respectivas famílias.

 

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

 

A disseminação do H1N1 tem crescido vertiginosamente em alguns países e atualmente a situação é considerada como uma pandemia pela OMS, isto é, há registros de casos em vários países dos cinco continentes do globo.

 

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório.

 

Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).

 

No Brasil, as medidas de precaução foram tomadas pelo Ministério da Saúde, mas a expectativa das autoridades sanitárias é a de que o número de casos continuará crescendo, principalmente porque o período de inverno propicia a disseminação de doenças respiratórias.

 

Ciente da situação sanitária no país e da necessidade de contribuir com o controle da doença, a Diretoria do Grupo Polis Educacional adotou em caráter excepcional, até o dia 31 de agosto, o seguinte conjunto de medidas:

 

 

– Aceitar Atestado Médico para fins de compensação de ausência de todos os casos de gripe, suspeitos ou não de Influenza A, independente do número de dias de afastamento, garantindo aos que protocolarem os atestados os mesmos direitos daqueles com afastamento por período igual ou maior que 14 dias;

 

– Solicitar aos alunos que apresentem pelo menos dois sintomas de gripe (febre≥ 38ºC; dores de cabeça, garganta, musculares ou no corpo; tosse), QUE NÃO COMPAREÇAM À AULA e procurem o serviço de saúde mais próximo de sua residência para avaliação;

 

– Reforçar entre alunos, docentes e colaboradores as medidas de precaução para evitar a contaminação de doenças transmitidas por via respiratória: manter distância de 1m de pessoas com sintomas de gripe;

 

– Lavar constantemente as mãos com água e sabão;

 

– Não compartilhar objetos de uso pessoal, tais como talheres, toalhas, copos, xícaras, etc;

 

– Proteger a boca e o nariz com lenço descartável ao espirrar e/ou tossir;

 

– Se optar pelo uso de mascara descartável, trocá-la a cada 2 horas.

 

 

Lembre-se: a transmissão do vírus da Influenza se dá através da propagação de gotículas que a pessoa infectada (com sintomas ou não) elimina com a secreção nasal e a saliva ao tossir, espirrar ou falar.

 

POR: BRUNO FELISBINO

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful