AULA MAGNA DA UNIMAX ABORDA A NUTRIÇÃO DO PACIENTE CRÍTICO

AULA MAGNA DA UNIMAX ABORDA A NUTRIÇÃO DO PACIENTE CRÍTICO

O médico Alexandro Andreolli e a nutricionista Laís Martins realizaram a discussão do tema

Em comemoração ao Dia do Nutricionista, a UniMAX – Centro Universitário Max Planck – promoveu, no dia 31/08/18, a Aula Magna sobre “Nutrição do Paciente Crítico”, que foi iniciada com uma boa notícia trazida pelo diretor da instituição de ensino, professor Celso Braga. “Recebemos a comissão do MEC para renovação de reconhecimento do curso de Nutrição, que foi muito bem avaliado em toda a infraestrutura, corpo docente, em seu projeto pedagógico, elaborado pela coordenação e todos os professores. Parabenizo a todos”, salientou.

Na oportunidade, professor Celso deu também as boas-vindas aos palestrantes. “Uma Aula Magna traz toda a experiência e a vivência do Dr. Alexandro e da nutricionista Laís, com todo esse cabedal de conhecimento que eles têm. Por isso, agradeço esse momento enriquecedor”, ressaltou.

“Paciente crítico e  nutrição. O que você precisa saber” foi o tema trabalhado pelo médico, Alexandro Andreolli, que em seu vasto currículo, destaca-se sua graduação em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria; MBA Executivo de Administração em Saúde pela Fundação Getúlio Vargas; especialização em Educação na Saúde para Preceptores do SUS pelo Hospital Sírio-Libanês, além de ser membro da coordenação da UTI do HAOC (Hospital Augusto de Oliveira Camargo).

O médico trouxe aos participantes um pouco da prática diária a partir da explicação da Pirâmide de Maslow, escala de prioridades humanas, onde no topo há a realização pessoal, abaixo a afetividade, antecedida pela segurança e na base as prioridades fisiológicas que estão relacionadas à alimentação, excreção, água, respiração e sono. “Eu trouxe essa Pirâmide para mostrar o nível em que a Nutrição se situa e onde vocês nutricionistas estão atuando que é a base, essencial para a vida do ser humano”, enfatizou. “A Nutrição chegou para dar qualidade, além da quantidade de alimentos, não somente no ambiente externo, mas também no ambiente hospitalar”, disse.

“Nutrição no paciente crítico” foi a abordagem feita pela nutricionista, Laís Martins, graduada em Nutrição pela UNIP (Universidade Paulista) e pós-graduada em Nutrição Clínica pelo Ganep e que atualmente, trabalha como assessora técnica pela Nestlé Health Science. A profissional apresentou aspectos técnicos da profissão que tem por objetivo nutrir o paciente em âmbito hospitalar para que retorne bem à sua casa. “O que leva um paciente a ser considerado crítico? Disfunção circulatória, disfunção respiratória, paciente em sepse, em trauma grave, complicação cirúrgica, disfunção orgânica e também metabólica. Tudo isso pode levar o paciente a ter um nível de criticidade para ficar dentro de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI)”, conta. “Mas há algumas características comuns a esses pacientes como catabolismo proteico extremamente acelerado, que faz com que o paciente perca muita massa muscular; resposta inflamatória exacerbada; situações a quais levo a paciente a apresentar risco nutricional, além de todas as drogas utilizadas para o tratamento da doença”, explica.

Laís falou ainda que o papel do nutricionista em UTI é atuar na necessidade do paciente em iniciar a terapia nutricional de forma precoce, evoluir com calma até alcançar a meta nutricional, ser agressivo na meta proteica. Apontou também aspectos que podem influenciar no avanço do tratamento, as diversas fases do paciente crítico que precisam ser observadas e ressaltou a importância do trabalho com equipe multidisciplinar.

Fotos: Maria Caroline – UniMAX

10/09/2018

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful