Alunos participam de cirurgia em cavalo

Alunos participam de cirurgia em cavalo

Procedimento foi realizado a campo como atividade interdisciplinar

Os alunos dos oitavo, sexto e quarto semestres do curso de Medicina Veterinária participaram de uma atividade interdisciplinar envolvendo uma cirurgia em um cavalo que havia sofrido uma fratura do osso metacarpiano acessório. A cirurgia, denominada ostectomia, ocorreu esta semana, nos moldes de cirurgia a campo no campus da Faculdade.

De acordo com o coordenador do curso, Thyago Escodro Dercoli, dentro da disciplina Clínica de Grandes Animais, os alunos do oitavo semestre avaliaram o caso desde o diagnóstico, indicação terapêutica, preparo pré-cirúrgico, cirurgia até o pós-operatório. Os alunos do quarto semestre abordaram o caso com foco na sedação e anestesia para o procedimento, vinculando revisão das drogas utilizadas e posteriormente apresentarão um relatório envolvendo a disciplina de Farmacologia, enquanto os do sexto semestre trabalharam temas relacionados as disciplinas de Terapêutica e Fisiologia. “Estas atividades interdisciplinares são muito positivas, pois acabam forçando os alunos ao raciocínio e entendimento em casos reais, fomentando o aprendizado e concretizando a devida importância de cada etapa  na formação profissional final”, salienta o coordenador.

O cavalo, um equino de polo macho castrado, com 9 anos de idade, sofreu uma fratura por um trauma: um coice de outro  animal que resultou em um fratura do osso segundo metecarpiano. A cirurgia, ostectomia de acessório, foi realizada pela equipe envolvendo o coordenador, o médico veterinário, Roberto Foz, com auxílio à equipe dos alunos do oitavo semestre. O prognóstico do procedimento foi positivo, com perspectiva de retorno a atividade esportiva dentro de 90 dias. A cirurgia ocorreu sem utilizar recurso de centro cirúrgico, mimetizando um procedimento a campo, com anestesia total intravenosa, sem respiração controlada, mostrando que algumas técnicas são passiveis de serem realizadas no haras ou fazendas, em casos de impossibilidade de encaminhamento a centro cirúrgico, que seria uma melhor opção no que se refere a assepsia e segurança anestésica.

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful