ALUNOS DE RECURSOS HUMANOS DA UNIMAX RECEBEM RECONHECIMENTO POR TRABALHO VOLUNTÁRIO

ALUNOS DE RECURSOS HUMANOS DA UNIMAX RECEBEM RECONHECIMENTO POR TRABALHO VOLUNTÁRIO

Durante todo o ano estudantes trabalharam com as crianças assistidas pelos vicentinos  do bairro Morada do Sol em Indaiatuba

     Os alunos do curso de Recursos Humanos da UniMAX – Centro Universitário Max Planck receberam o título de Honra ao Mérito FEAI – Trabalho Voluntário pelos serviços prestados à Associação São Vicente de Paulo do bairro Morada do Sol em Indaiatuba (vicentinos). A premiação aconteceu no Dia Internacional do Trabalho Voluntário.

De acordo com a coordenadora do curso, professora Carla Borges, para essa premiação, realizada anualmente, a entidade escolhe um voluntário que tenha feito algo para que a mesma se destacasse. “Os alunos foram indicados pelos vicentinos, pois durante todo esse ano, eles trabalharam com as crianças das famílias assistidas, temas como valores, integração, respeito, entre outros. Esses alunos criaram atividades trazendo um pouco desses conceitos que aprendem em sala de aula e ensinaram, por exemplo o funcionamento do trânsito e o uso consciente da água”, explica.

Segundo a docente, outro destaque foi para a ação de orientação sobre empregabilidade, como se portar em entrevista e dicas de currículo. “Nesse trabalho, eles tiveram um destaque muito grande, porque atenderam cerca de 100 pessoas. Os vicentinos entenderam que era uma forma de valorizar o trabalho dos alunos”, ressalta.

Do 4º semestre, a aluna Sabrina Nayara Nunes foi uma das coordenadoras do projeto e comenta que o objetivo foi o diálogo com as crianças a fim de transmitir informações sobre ética e cidadania. “Para isso, abordamos temas como meio ambiente, regras de trânsito, questões como o trabalho infantil, higiene pessoal, etc. Tudo de maneira lúdica com intenção de fazer daquele contato uma coisa gostosa”, diz.

Para ela, participar desse projeto não foi bom apenas para si própria, mas para todos os envolvidos. “Além de atingir nossos objetivos, saímos com o sentimento de aprendizado, de contato com outras realidades diferentes com a que estamos acostumados. As crianças desse projeto serão os futuros colaboradores das organizações. É com esse e outros públicos que o RH terá contato em uma fase de recrutamento e depois no desenvolvimento desse colaborador e gestão também. Hoje o meu olhar como entrevistadora é diferente graças ao projeto”, salienta.

Sabrina considera que sua participação nas atividades sociais junto aos vicentinos lhe concedeu também a oportunidade de se desenvolver e de expandir seus conhecimentos. “De início, foi uma tarefa que eu não tinha muita aptidão, por nunca ter feito um trabalho voluntário, mas vejo que me proporcionou contato com várias realidades, éticas e culturas diferentes, e durante os nossos encontros com as crianças fomos criando laços de solidariedade e confiança recíproca que é isso que nos protegem em tempos difíceis, o que nos tornou mais integrados e tenho a certeza que cada participante saiu de lá como seres humanos melhores”, enfatiza.

A aluna Mara Regina Rocha , que também coordena o projeto, revela que para o desenvolvimento das atividades um planejamento foi  traçado com apoio da assistente social da Associação para definição dos temas abordados durante o semestre. As reuniões, realizadas uma vez por mês, contava com a participação de crianças entre 02 a 14 anos. “Em junho, fizemos também a festa junina, ensaiamos as crianças para quadrilha e apresentamos para os pais. Foi muito bom, elas participaram bem”, conta.

Mara conclui que o título recebido é uma confirmação do reconhecimento que recebia dos assistidos durante o projeto. “Cada dia que a gente saía de um encontro e a criança dizia: ‘Quando você vai voltar?’ ou só de ver a alegria no rostinho deles quando chegávamos, ali eu já me sentia reconhecida. Eu saía dali até mais leve, por mais que tivesse uma semana cansativa, porque trabalhar, estudar e cuidar da casa não é fácil. Saber que uma ou duas horas que você se dedicou já deixou uma criança feliz já é gratificante. Agora mais ainda, saber que os adultos também reconhecem, a gente fica muito feliz”, fala. “ Foi um grande aprendizado, vou levar isso para a vida toda. Porque tudo o que fazemos com amor, só pode dar bons frutos”, finaliza emocionada.

VESTIBULAR

Agende sua prova!

Vestibular 2019 – UniMAX – Centro Universitário Max Planck

Inscrições: www.faculdademax.edu.br

Local: Campus I – Avenida 9 de dezembro, 460 – Jardim Pedroso – Indaiatuba/SP

Telefone: (19) 3885-9900