Alunos de Medicina Veterinária realizam estágio durante FAICI

Alunos de Medicina Veterinária realizam estágio durante FAICI

Importante feira da área agropecuária de Indaiatuba teve a participação de 100 estudantes

“O item primordial para mim foi constatar a preocupação com o bem-estar dos animais, desde a chegada até o embarque de volta2 para a propriedade. Aprendi a avaliar o estado físico e mental dos animais na chegada para saber se realmente estariam aptos para a prática de montarias. Também aprendi como é realizado o manejo para que esses animais possam seguir o fluxo que é usado para que seja realizada a montaria, quais instrumentos utilizados e quais são liberados por lei na prática do manejo”. A declaração do aluno de Medicina Veterinária Robson Américo, do 10º semestre, é apenas um resumo da rica experiência que ele viveu durante o estágio realizado na FAICI – Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Indaiatuba, que aconteceu em Indaiatuba entre os dias 5 a 14 de agosto.

Cerca de 100 alunos de todos os semestres do curso tiveram a oportunidade de participar do evento. Entre as disciplinas relacionadas estão clínica médica de grandes animais, produção de ruminantes, etologia e bem-estar animal. “Os alunos tiveram a oportunidade de estagiar em evento de exposição e aglomeração de animais despertando para os cuidados com a saúde animal, com o manejo de animais, além de aumentar a rede de relacionamentos”, explica a coordenadora de Medicina Veterinária da MAX, professora Maria Fernanda Vianna Marvulo.

3O estudante Robson concorda com a coordenadora, especialmente ao relatar alguns dos aprendizados, como avaliar o sedem (corda que é passada na virilha do animal), qual objetivo e alterações que poderiam causar lesões nos animais. Outra informação relevante foi em relação à avaliação das rosetas, conhecidas como as estrelas da espora: se o uso e em qual momento seria prejudicial para a saúde do animal. “Achei muito importante essa oportunidade oferecida pela Max. Recebemos conhecimentos de profissionais que já atuam nessa área por algum tempo. Dúvidas que eu tinha foram esclarecidas, fora o contato direto que tive com os animais”, garante.

A aluna Heloísa Antonelli, do 6º semestre, também destacou o valioso conhecimento adquirido durante o evento. “Eu aprendi coisas interessantes, por exemplo, não sabia que vacas participavam de rodeios. Também pude acompanhar alguns trâmites burocráticos e constatar como a legislação é rigorosa em relação à saúde animal. Isso sem falar do bem-estar, que é uma preocupação constante. Foi tudo muito válido”, diz.

“Vale salientar que nossos alunos puderam estagiar com médicos veterinários da empresa responsável pela organização de eventos, que passa por certificação e auditoria para manter condições de bem-estar para os animais envolvidos na prática de rodeios, recebendo selo verde que as certificam. Então, é de grande importância essa vivência, pois os estudantes podem adquirir senso crítico em um assunto tão polêmico e atual que envolve realização de eventos com utilização de animais”, reforçou o diretor do Hospital-Escola Veterinário da Max Planck, Thyago Escodro Dercoli.

26/08/2016

 

 

 

 

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful