Alunos de Educação Física e Medicina Veterinária ganham medalhas nos Paralímpicos Universitários

Alunos de Educação Física e Medicina Veterinária ganham medalhas nos Paralímpicos Universitários

Cada um trouxe três medalhas de natação

Depois dos bons resultados dos atletas brasileiros nos Jogos Paralímpicos de 2016, chegou a vez dos universitários mostrarem que não existem limites para quem tem força de vontade. Pelo menos foi o que aconteceu com os nadadores e alunos da MAX Alan

Alan Augusto da Silva Santos, aluno de Educação Física

Alan Augusto da Silva Santos, aluno de Educação Física

Augusto da Silva Santos (Educação Física) e Leonardo Peixoto Jacon (Medicina Veterinária), que conquistaram três medalhas cada um durante os Jogos Paralímpicos Universitários 2016.

A competição aconteceu no início de dezembro no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. Mais de 150 atletas de várias regiões do Brasil participaram do evento em cinco modalidades: atletismo, bocha, judô, natação e tênis de mesa. Os atletas da MAX participam da associação APIN – Natação Paradesportiva de Alto Rendimento, que trabalha com o desenvolvimento de pessoas com deficiência em sua inclusão à natação.

Atleta na categoria S13 (deficiência visual), Alan trouxe duas medalhas de ouro, 100 m costas e 200 m medley, e uma de bronze, 100 m livre. “Foi uma experiência nova e muito boa”, disse. Esportista desde nove anos de idade, o atleta afirma que o curso tem ajudado em sua performance. “O curso de Educação Física tem ajudado muito porque passei a entender melhor os treinamentos, pois associo os exercícios com o que aprendo nas aulas. Sinto-me plenamente inserido”, comentou.

Leonardo Peixoto Jacon, aluno de Medicina Veterinária

Leonardo Peixoto Jacon, aluno de Medicina Veterinária

O futuro médico veterinário Leonardo também fez bonito nos Paralímpicos Universitários. Competindo na categoria S10 (deficiência física), trouxe para Indaiatuba duas medalhas de ouro, 100 m costas e 100 livre, e uma de prata, 200 m medley. “A competição foi bem divertida porque a pressão foi diferente, mais leve”, contou.

Nadador desde os 15 anos de idade, o estudante mudou-se para Indaiatuba há cerca de 2 anos e conseguiu realizar um grande sonho. “Eu sempre quis fazer Medicina Veterinária e a MAX foi o lugar ideal. Gosto da infraestrutura, das aulas práticas, dos conhecimentos adquiridos”, garantiu. “Fui muito bem recebido desde o início do curso. Agora, com as medalhas, o pessoal vibrou muito. Então, só posso agradecer muito a Faculdade por todo o apoio, à Prefeitura e Secretaria de Esportes, à Associação Desportiva Indaiatubana (ADI), além de nossos técnicos Antonio Luiz Duarte Cândido e Julio Pistarini”, afirmou.

“Para nós é a uma emoção muito grande ver esses alunos se destacando tão bem no esporte, assim como na graduação. São belos exemplos de força de vontade e perseverança”, finalizou o gestor educacional, professor Heleno da Silva Luiz Junior.

paratletas_4

29/12/2016

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful