Aluno de 60 anos do curso de Gastronomia comprova que não há limite para capacitação profissional

Aluno de 60 anos do curso de Gastronomia comprova que não há limite para capacitação profissional

João Carlos Silva de Araújo destaca proximidade com o corpo docente como um dos diferenciais do curso

Com grade curricular composta por cerca de 80% de aulas práticas e corpo docente experiente e de alto nível, o curso de Gastronomia prepara o aluno para atuar em diferentes fases dos serviços de alimentação, DSC_0005 (1)-Editedconsiderando os aspectos culturais, econômicos e sociais de empresas. Esses foram alguns dos detalhes que fizeram João Carlos Silva de Araújo escolher a MAX, no início de 2017, para realizar o sonho de ser chef de cozinha, aos 60 anos de idade.

“Desde que fiquei viúvo tive que aprender a cozinhar para as crianças, e por isso eu peguei o gosto pela cozinha. Então, nada melhor do que aperfeiçoar esse aprendizado academicamente, aprendendo técnicas, outras tecnologias, outros sabores. Eu poderia ter optado por outra graduação, mas escolhi a Gastronomia para trabalhar com comida africana, com tempero africano”, conta.

Nascido no Rio de Janeiro, no morro do Querosene, João Carlos é pai de cinco filhos. Graduado em Pedagogia e Teologia, trabalha em Indaiatuba como funcionário público do Ministério da Saúde. A atuação social faz parte de sua jornada, com participação em movimentos de valorização da cultura negra, além de outros assuntos atuais como, por exemplo, quando reverteu o lucro da venda de caldos para a causa dos refugiados. “Em vários momentos históricos a alimentação está presente. Geralmente a gente fala de sentimento à mesa, e é se alimentando. E a Gastronomia tem esse poder de reunir sentimentos”, comentou.

Com a sensibilidade de quem sabe seu papel na sociedade, o aluno destaca a boa receptividade ao realizar os estudos na MAX, mesmo sendo o aluno mais velho do curso. “Aqui eu não me senti excluído, eu me senti em casa. Muita gente pensa em não fazer faculdade porque está velho. Para mim o estudo faz com que você tenha uma nova visão e acredito que a Gastronomia abre o horizonte e desenvolve os sentidos. Porque vai chegando certa idade a gente perde alguns sentidos, como a audição, o tato, o olfato. E a Gastronomia ajuda a recuperá-los. Pra mim tem sido um bom curso. Eu recomendo o curso principalmente para os mais de 60 anos”, diz.

Um dos diferenciais do curso, segundo o João Carlos, é o relacionamento próximo com o corpo docente. “Os docentes não se colocam como donos da verdade, eles aprendem com a gente. Existe uma troca, pois eles têm a técnica e nós temos o conhecimento de vida. Então, juntamos o conhecimento e fazemos tudo acontecer. A primeira vez que eu vim aqui eu me identifiquei com o professor Caio, com o trabalho dele e a forma como ele é, ele sabe comandar. Tem gente que é chefe e só sabe mandar. Ele não é dessa forma, ele sabe comandar e organizar tudo”, afirma.

Para o coordenador de Gastronomia, professor Caio Henriques Nunes, o curso ganha muito com a variedade dos perfis de alunos. “É muito rico esse contato com o João porque dá para constatar a importância agregadora da Gastronomia. Ele tem uma experiência de vida que é muito valiosa para um chef de cozinha, pois essa profissão exige muita sensibilidade, foco e esforço. Isso tudo ele tem de sobra. Então, acho que a turma toda pode ganhar muito com esse convívio”, garante.

Enquanto para uns a Gastronomia é a porta de entrada para o mercado de trabalho, para outros pode ser uma forma de realizar sonhos. Porém, engana-se quem pensa que João quer apenas cozinhar por prazer. Quando questionado se é possível juntar sua vivência da cultura africana em um restaurante, ele é categórico: “É difícil o campo porque é muita gente disputando, mas podemos tentar com um tempero que se pareça com o real, com certeza”.

DSC_0094 (2)-EditedO curso de Gastronomia da MAX é reconhecido com nota máxima (5) pelo MEC, ficando entre os melhores da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Possui infraestrutura formada por Laboratórios de Alimentos, Confeitaria e Panificação equipados com o que há de mais moderno permitem a realização de mais de 80% de aulas práticas. Além disso, as atividades são baseadas em Metodologias Ativas que propõe soluções inovadoras para situações reais do cotidiano profissional, capacitando alunos para atuar como gestores, consultores e empreendedores, agregando habilidades técnicas e pessoais para uma atuação profissional completa e bem sucedida.

28/08/2017

 

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful